SOS Guaíba

Leonardo Capeleto de Andrade, engenheiro ambiental e doutor em Ciência do Solo, passou pra gente um estudo sobre a poluição dos sedimentos do lago Guaíba e o risco no abastecimento público de Porto Alegre. O lago é abastecido pelos rios Gravataí, dos Sinos e Cai, os três estão entre os rios mais poluídos do país. “A contaminação dos rios dos Sinos (indústrias coureiro-calçadistas) e Gravataí (esgotos sanitários) se encontram no Delta do Jacuí (área de proteção ambiental estadual)”, explica. Para piorar, vamos lembrar que o governo tenta liberar de forma acelerada a instalação da maior mina de carvão a céu aberto do Brasil logo ali, a 500m do delta do Rio Jacuí (http://bit.ly/2LXSyH8). “A poluição já se acumula no Canal dos Navegantes, onde fica o Cais Mauá e pontos de captação de água para abastecimento”, salienta. No lago hoje há metais pesados, além de poluições diversas derivadas de esgotos sem tratamento despejados direta ou indiretamente ali. Esses sedimentos estão se acumulando e projetos de mineração da areia do Guaíba podem agravar ainda mais a situação, com a liberação de compostos e elementos pesados retidos.

Saiba mais:

“Poluição dos sedimentos do Lago Guaíba”, Research Gate: http://bit.ly/2VxevvS
“Ambientalistas e empresa discordam sobre riscos para instalação da maior mina de carvão do Brasil no RS” – Gaúcha ZH/RBS: https://bit.ly/2GjAUHo
” Às portas de um Brumadinho gaúcho: o perigo junto ao Rio Jacuí” – RBS: https://bit.ly/2GpsHTq

#salveojacui #aguasualinda #lagoGuaíba #oGuaíbaéumLago

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.