Restaurar infraestrutura hídrica

É preciso reabilitar rios urbanos e reintegrar os cursos d’água às cidades. Essas são boas práticas da hidrologia e saneamento básico no mundo todo. Renaturalizar e fazer reviver o que destruímos no passado. Se em outros tempos não sabíamos sobre impactos ambientais e consequências, agora já sabemos.

Ao retificar e canalizar um rio, todo ecossistema que dependia daquele curso d’água sofre. Espécies que dependiam daquela água correndo naturalmente morrem. Para piorar, na maioria das vezes, esses rios canalizados recebem esgoto clandestino e lixo, ficando também extremamente poluídos e mortos.

A humanidade tem que parar de pensar que pode fazer cirurgias na Terra, colocando-se acima da natureza, de todas as outras espécies e sistemas ecológicos. Precisamos da natureza. Precisamos de água.

É tempo de descanalizar, é urgente restaurar o curso natural das águas e recuperar essas áreas degradadas. Podemos e devemos proteger as várzeas urbanas e criar parques para matas ciliares.

Ao retirar a retenção de concreto desses rios aprisionados, os processos de erosão e sedimentação começam a acontecer. Aos poucos, as águas com sedimentos criam novas várzeas e fornecem habitat para as espécies nativas. Leva algum tempo, mas é possível que o rio encontre seu equilíbrio hidrológico e ecológico. É hora de despertar. Já estamos atrasados.

Saiba mais:

Por que tampar rios tem impacto nas enchentes brasileiras? – Nexo: http://bit.ly/3aW1zL0

Geógrafo e professor alerta para a necessidade de reabilitação dos cursos d’água em Belo Horizonte – EM: https://bit.ly/3uDiry8

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.