Bioma Pampa

O Pampa brasileiro representa 2,4% da vegetação do país e fica restrito ao Rio Grande do Sul, ocupando 63% daquele estado. Também conhecido como Campanha Gaúcha, é uma região com relevo aplanado e temperatura amena de clima subtropical/temperado, que aparenta um tapete verde com predomíno de herbáceas, gramíneas e plantas rasteiras. 

A pecuária extensiva avança na região desde o período Colonial, aproveitando as características do relevo. A partir do século 19, o cultivo de grãos e frutas também começou a crescer no Pampa gaúcho. Atualmente, monocultivos de soja transgênica com uso de pesticidas e fertilizantes dominaram grandes áreas do bioma e tem causado enorme impacto para a natureza e também para os pequenos produtores da agricultura familiar tradicional do Sul. Mais de metade do bioma já foi desmatado de acordo com monitoramento via satélite Landsat-8 (Nasa), feito pelo governo.

Hoje, diversas espécies estão ameaçadas de extinção na região. Entre elas, a patativa-do-sul, o papagaio-de-peito-roxo e algumas espécies de macacos e onças. 

Saiba mais: 

Pampa gaúcho sofreu desmatamento de quase 44% da vegetação nativa, aponta monitoramento do Inpe que utiliza satélite da Nasa – Gaúcha ZH/ The Trust Project:  https://bit.ly/3T8Yk7d

Pampa – Mundo Educação-UOL: https://bit.ly/3ADBIo1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.