650 mil mortes por Covid-19

Ultrapassamos 650 mil mortes por Covid-19. O pico de novos casos da variante Ômicron no Brasil teria sido devastador se 72% da população não estivesse vacinada com as duas doses e 30% já com a dose de reforço. Muita gente pegou a nova variante, mas a maioria dos vacinados não agravaram. Sim, a vacina salvou vidas.


Segundo o acompanhamento MonitoraCovid-19, da FioCruz, a região Norte é a que tem menos pessoas com segunda dose e dose de reforço. O governo federal precisa iniciar uma campanha na Amazônia Legal, com urgência, para corrigir o motivo pelo qual as pessoas não estão se vacinando por lá. Falta vacina, medo por causa de notícias falsas ou falta campanha?


Apesar do inquérito PrevCov do Ministério do Saúde, iniciado durante a CPI, não ter apresentado até agora dados sobre prevalência previstos para novembro, especialistas sugerem que o resto do Brasil pode ter entrado agora na fase conhecida como “Lua de Mel imunológica”, isto é, quando a maior parte da população nas regiões Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Nordeste desenvolveu imunidade via vacina ou via contágio. Neste momento e nessas regiões, o vírus teria mais dificuldade para encontrar organismos vulneráveis. Por outro lado, tudo leva a crer que na região Norte o perigo ainda está na esquina.


Fica o alerta: os 30% que ainda não tomaram nenhuma dose correm grande perigo, com risco de morte. E quem ainda não tomou a dose de reforço, principalmente os mais velhos, pode já estar circulando sem proteção. Cuide-se. A pandemia ainda não acabou.

Saiba mais:

Atila Iamarino – Live 01/03/22 – A Pandemia já virou endemia?: https://youtu.be/6RYPO_E2lLE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.