As consequências ambientais do analfabetismo político

Temos uma série de problemas ambientais críticos para resolver no país. A dinâmica entre a sociedade e a natureza é estabelecida por processos sociais, econômicos e políticos.  Isolar problemas sem levar em conta o contexto histórico impede qualquer alternativa real de mudança.

A preservação dos recursos naturais é uma responsabilidade de todos os países e cada governo precisa desenvolver políticas públicas de acordo com os desafios de seu tempo, aprimorando a legislação e a fiscalização para punir quem comete crimes ambientais e não segue a lei. 

Por exemplo, hoje, o desmatamento e a grilagem estão intimamente ligados à falha de fiscalização de áreas protegidas, ao garimpo ilegal, às pressões dos setores da mineração e do agronegócio, às ameaças aos povos indígenas, à demora na demarcação de suas terras, à força da bancada ruralista que defende os interesses contrários ao interesse do povo e, também, a agenda do próprio Bolsonaro. Como falar sobre o desafio de conter o desmatamento hoje sem abordar todas essas outras questões?

É tempo de despertar. Para defender o meio ambiente, é preciso mudar muita coisa também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.