Mudança sistêmica

O cientista Antonio Nobre fala sobre o valor da floresta em pé: “Sem as florestas e os demais ecossistemas, desregulamos a composição da atmosfera e com ela o funcionamento ameno do clima. Estaremos como um alcoólatra sem fígado. A analogia com o próprio corpo e o imprescindível de seus órgãos é a melhor forma, a meu ver, para pensar no valor dos serviços ambientais dos ecossistemas. A monetização não me parece ser o melhor caminho, porque passa para a carteira fria um compromisso que precisa engajar-se com o coração. O que está em jogo não são apenas riquezas no sentido das ignoradas externalidades do capitalismo; o que conta agora é a própria existência da humanidade”. ❤

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.