Pau-Brasil de 600 anos

Pé de Pau-Brasil de mais de 600 anos de idade, mais antigo que o próprio Brasil, resistiu à invasão e exploração portuguesa e está triunfante no sul da Bahia, guardado pelo MST há mais de uma década.

Vamos lembrar que entre os séculos 16 e 18, o pau-Brasil foi muito explorado pelos portugueses por causa de seu pigmento vermelho. Esse aí conseguiu se esconder tão bem que virou uma lenda.

Com posse do território desde 2009, o assentamento do MST fica dentro de uma área de preservação da Mata Atlântica. As famílias são guardiãs da floresta de árvores gigantes e seguem um Projeto de Desenvolvimento Sustentável, com práticas  agroecológicas, extrativismo de cacau e coleta de outras sementes nativas.

Em 2020, um dos moradores encontrou o pé-ancião. O achado foi confirmado pelo botânico Ricardo Cardim e pelo empresário Alex Vicintin, que pesquisam remanescentes da Mata Atlântica. “A gente sabe que essa árvore já estava aqui antes de Cabral!”

Saiba mais:

“Pau-brasil com mais de 600 anos é preservado por famílias Sem Terra em assentamento no extremo sul da Bahia” – MST: http://bit.ly/3rgK6CL

“Pau-brasil com mais de 600 anos é descoberto no sul da Bahia” – O ECO: http://bit.ly/2O27mWT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.