Ilha de calor

Moradores de grandes cidades no mundo todo sofrem e se arrastam entre “ilhas de calor (urban heat islands)” durante o verão. Nada paradisíacas, essas ilhas afetam a saúde das pessoas e qualidade de vida dos moradores. Os principais motivos para a concentração de ar quente nos centros urbanos são: 

  1. superfícies escuras com concreto e asfalto absorvem a radiação solar; 
  2. prédios altos e ruas estreitas dificultam a circulação de vento e ajudam a aumentar a temperatura do ar; 
  3. a fumaça preta de escapamentos de caminhões e ônibus, somadas à poluição do ar gerada por fábricas, agravam o problema com a emissão de gases do efeito estufa; 
  4. a falta de vegetação e água fresca diminuem o processo de evapotranspiração; 
  5. a falta de árvores e parques diminuem as áreas com sombra da cidade. 

Diferente do concreto e do asfalto que esquentam as massas de ar na superfície, as árvores e a vegetação reduzem as temperaturas da superfície e do ar, geram áreas de sombra e umidificam o ambiente com a transpiração. 

Saiba mais:

Using Trees and Vegetation to Reduce Heat Islands – Environmental Protection Agency USA: https://bit.ly/2Gj4hhp

A ilha de calor urbana e o uso e cobertura do solo no município de São Paulo – USP: https://bit.ly/2GFYmT4

Esquina da Ilha de Calor – Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos – EPA – https://bit.ly/3BoUhuP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.