Ciclo do Carbono

A movimentação contínua de átomos de carbono entre a atmosfera, os organismos vivos, os oceanos, as rochas e o solo é conhecida como CICLO DO CARBONO. Esse ciclo acontece por meio dos seguintes processos naturais:

  1. FOTOSSÍNTESE: as plantas, algas e algumas bactérias usam a energia da luz solar para converter dióxido de carbono (CO2) e água (H2O) em glicose (C6H12O6) e oxigênio (O2). Durante esse processo, o carbono atmosférico é incorporado nas moléculas orgânicas das plantas.
  2. RESPIRAÇÃO: os organismos vivos, incluindo plantas, animais e microrganismos, liberam energia armazenada em compostos orgânicos, como glicose, para realizar suas atividades metabólicas. Durante a respiração, a glicose é oxidada em dióxido de carbono e água, liberando energia utilizável pelos organismos. Isso resulta na liberação de CO2 de volta para a atmosfera.
  3. DIGESTÃO: os organismos que consomem matéria orgânica, como animais herbívoros e omnívoros, quebram as moléculas complexas em compostos mais simples para obter nutrientes essenciais. Durante a digestão, o carbono contido na matéria orgânica é liberado como CO2 através da respiração celular.
  4. DECOMPOSIÇÃO: a matéria orgânica morta é quebrada e decomposta por organismos decompositores, como fungos e bactérias. Durante a decomposição, os decompositores quebram as moléculas orgânicas complexas em compostos mais simples, liberando CO2 de volta para a atmosfera como resultado da respiração microbiana.

Esses processos interligados formam um ciclo contínuo de carbono, onde o carbono é transferido entre a atmosfera, os organismos vivos, o solo e os oceanos, desempenhando um papel crucial na regulação do clima global e na sustentação da vida na Terra.

SISTEMA ECONÔMICO ATUAL ESTÁ DESEQUILIBRANDO O CICLO DO CARBONO

  1. Queima de combustíveis fósseis como carvão, petróleo e gases naturais
  2. Desmatamento
    As emissões em grande escala de CO2 por causa da queima de combustíveis fósseis retém o calor no planeta e têm causado transformações nos padrões de temperatura e clima, com o aumento de secas e enchentes extremas, derretimento das geleiras, aumento do nível do mar, perda de biodiversidade, entre outros.

Saiba mais:
Ciclo do carbono – Brasil Escola: https://bit.ly/3jzUvHq

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *