Racismo climático

RACISMO CLIMÁTICO – Embora os impactos dos eventos climáticos extremos atinjam a todos, nem todas as pessoas têm a capacidade de enfrentá-los e se recuperar deles com a mesma facilidade. 

A experiência tem mostrado que populações historicamente exploradas, discriminadas e excluídas por estruturas econômicas e sociais que beneficiam pequenas elites -geralmente brancas- são desproporcionalmente mais vulneráveis porque são obrigadas a viver em áreas de risco e também possuem menos recursos. Ao mesmo tempo, o alívio de desastres e o benefício das políticas de recuperação são distribuídos desproporcionalmente em favor das comunidades brancas e ricas, sobre as comunidades afrodescendentes, indígenas, camponesas, operárias, etc. O racismo climático expõe e perpetua o legado do colonialismo.

Baixe o Glossário da Justiça Climática:

bit.ly/GloJustClima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.