Chega de garrafinhas PET

Segundo a Forbes, a Coca-Cola é a pior marca do mundo em relação à poluição com resíduos plásticos. Suas embalagens pets são encontradas em lixões, ruas, rios e oceanos no mundo todo. Dissimulada, tenta limpar sua imagem patrocinando conteúdos que mostram preocupação ambiental. Não cola, Coca, enquanto continuar sendo a maior geradora de lixo plástico do planeta. Por outro lado, o artigo publicado na revista Página 22 é excelente e deixa seu recado: é importante parar de gerar lixo plástico.

“A ideia de não-geração de resíduo deve guiar o processo de design dos produtos e serviços – em vez de acontecer apenas no pós-uso, quando um resíduo já tiver sido gerado (e então se pensa em como extrair algum valor residual a partir dele). Um modelo de reúso, por exemplo, mantém o produto circulando e gerando valor em seu estado original, enquanto a reciclagem preserva apenas parte do valor do material e perde grande parte da energia e do capital empregados na fabricação do produto em si. Por isso, a reciclagem é a última opção em uma economia circular”,

explica a diretora executiva da Fundação Ellen MacArthur na América Latina, Luísa Santiago.


Na entrevista, Luisa explica que é fundamental ELIMINAR os plásticos que não precisamos.

Saiba mais:

“Coca-Cola Named The World’s Most Polluting Brand in Plastic Waste Audit” – Forbes, out/2019: https://bit.ly/339WzNR

“A reciclagem é a última opção em uma economia circular” – Página 22, ago/2020: https://bit.ly/2ZlSoxh

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.