Captura corporativa

Com o envio de grandes delegações em reuniões internacionais do clima, as indústrias poluidoras conseguiram atrasar a implementação de soluções reais e impedir a integração de medidas urgentes da mudança do clima nas políticas, estratégias e planejamentos nos países onde atuam. Essa estratégia de negócio é chamada de “captura corporativa” e mina a vontade política, impedindo uma resposta global justa.

As indústrias do petróleo, da mineração, da agropecuária, da alimentação industrializada ultraprocessada usam todas as mesmas táticas: negam que suas práticas comerciais aceleram as mudanças climáticas, encobrem os impactos ambientais que causam e mascaram o aprofundamento dos problemas sociais gerados. Durante décadas, eles tem manipulado nos bastidores para enfraquecer o ambiente regulatório global e nacional, avançando suas operações impunemente.

Chega de armação. Chega de trapaça. As mudanças climáticas não são mais um problema das gerações futuras, é a nossa geração que precisa enfrentar.

Saiba mais:

“As conexões entre a indústria da pecuária e o negacionismo climático” – ClimaInfo: https://bit.ly/3iE1LCD
Relatório “A Grande Trapaça”: https://bit.ly/3gMtrV6
“The pivot point: realizing Sustainable Development Goals by ending corporate capture of climate policy”: https://bit.ly/3jPvsjp
Banking on Climate Change – Fossil Fuel Finance Report 2020: https://bit.ly/3Azvwuv

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.