Ranking do Saneamento

O “Ranking do Saneamento 2022”, do Instituto Trata Brasil, faz uma análise dos dados de saneamento das 100 maiores cidades do país a partir do SNIS/Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Desde 2009, o Trata faz essa análise. O que assusta é que pouca coisa parece mudar a cada ano…

As grandes cidades com os piores dados de saneamento no Brasil continuam as mesmas:

– Macapá (AP)

– Porto Velho (RO)

– Santarém (PA)

– Rio Branco (AC)

– Belém (PA)

– Ananindeua (PA)

– São Gonçalo (RJ)

– São João do Meriti (RJ)

– Duque de Caxias (RJ)

– Belford Roxo (RJ).

Considerando todos os municípios do país, a falta de coleta de esgoto faz com que um volume equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas cheias de esgoto sejam jogadas na natureza todos os dias.

As melhores cidades no ranking do saneamento 22 também continuam as mesmas:

– Santos (SP)

– Uberlândia (MG)

– São José dos Pinhais (PR)

– São Paulo (SP)

– Franca (SP)

– Limeira (SP)

Só nessas 100 cidades, ainda temos ainda 5,5 milhões de pessoas sem abastecimento de água tratada e quase 22 milhões de pessoas sem acesso à coleta e tratamento de esgoto. 

Saiba mais:

Ranking do Saneamento 2022: https://bit.ly/38UmoI4

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.