Norte Global – Sul Global

SUL GLOBAL / NORTE GLOBAL – É cada vez mais comum ouvir falar do Sul Global. Muitas vezes, o termo é usado de forma contraditória e confusa. É usado, por exemplo, ora para se referir exclusivamente ao sul geográfico ou para substituir a denominação de países em desenvolvimento, ora para falar das comunidades mais vulneráveis, independentemente de onde estejam. Portanto, é importante avançar para uma definição que permita uma elaboração narrativa do termo que contribua para a mudança sistêmica. 

Existe o risco de que o conceito de Sul Global seja usado para obscurecer e esconder desigualdades e injustiças dentro dos “países do Sul”. Esse conceito não pode se referir às oligarquias, empresários, latifundiários, administradores e representantes das transnacionais de um país do “Sul” ou em “caminhos em desenvolvimento”. 

O Sul Global, então, refere-se exclusivamente às populações locais, comunidades indígenas, camponeses e organizações territoriais, vítimas dos impactos do capitalismo, do patriarcado, do colonialismo, da violência estrutural e da aplicação de políticas extrativistas de desenvolvimento. E às populações vulneráveis, deslocadas, sacrificadas, contaminadas, perseguidas, intimidadas e ameaçadas pelas corporações, pelo sistema financeiro e pelos Estados. Dessa forma, podemos encontrar comunidades do Sul Global nos Estados Unidos ou na Europa que atendem a essas mesmas condições. 

Ao contrário, o Norte Global deve se referir a Estados, instituições fronteiriças, corporações, elites, agronegócios e oligarquias financeiras; indivíduos e instituições que facilitam ou se beneficiam da exploração, pilhagem e acumulação de riqueza. Desta forma podemos encontrar o Norte Global nos países do Sul. 

Baixe o Glossário da Justiça Climática:

bit.ly/GloJustClima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.